A imprensa em geral trata Lula como um artista de Hollywood

Foto: DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

O crítico literário e escritor Rodrigo Gurgel comparou Lula a um astro de cinema, ao criticar o tratamento que parte da imprensa dá ao ex-presidente preso em Curitiba (PR). “Tratam-no como se fosse um artista de Hollywood ou algum enfant terrible frequentador das melhores rodinhas — e jamais, jamais como um criminoso condenado”, disse. 

Congresso Brasil Paralelo (reprodução)

Segundo Gurgel, trata-se de uma grave distorção no nível da linguagem que, no entanto, transparece de maneira sutil e constrói na mente do leitor da grande mídia uma imagem romântica e “acima do bem e do mal”.

“As fotos também contribuem para diluir a verdade: Lula está sempre sorrindo, quase diáfano, intocado pelo peso da justiça”, observa.

O crítico chama a atenção ainda para o silêncio dos outros jornalistas, que calam sobre uma realidade manipulatória que é referendada por editores e donos de empresas de comunicação.

Leia abaixo o texto na íntegra:

Rodrigo Gurgel

Há uma questão moral, raras vezes discutida, no comportamento que parcela da imprensa mantém em relação aos condenados pela Lava Jato, especialmente Lula: tratam-no como se fosse um artista de Hollywood ou algum “enfant terrible” frequentador das melhores rodinhas — e jamais, jamais como um criminoso condenado.

Essa grave distorção é obscurecida por uma linguagem leviana, típica das colunas de fofocas, que cria, na mente do leitor ou do ouvinte, a figura de um homem acima do bem e do mal — agora, inclusive, aberto a nova aventura amorosa, montado em seu cavalo branco e, pouco antes do combate, oferecendo uma flor à sua escolhida. As fotos também contribuem para diluir a verdade: Lula está sempre sorrindo, quase diáfano, intocado pelo peso da justiça.

Um comportamento, contudo, amplia tal obscenidade: o silêncio dos outros jornalistas — com algumas honrosas exceções —, referendados pela vista grossa de editores e pela conivência dos donos de empresas de comunicação.

Nada de novo num país sempre pronto a glamorizar traficantes, dirão alguns. Sim, é certo. O que não diminui a gravidade do comportamento imoral desses cegos que, enxergando, fingem não ver — e, pior, trabalham para que todos vejam do mesmo modo: sem jamais enxergar.


 
 

2 thoughts on “A imprensa em geral trata Lula como um artista de Hollywood

  1. O lugar do BANDIDO é na penitenciária, antes do Inferno vir buscar o que é dele.

    E quem quiser, que vá junto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *