Sergio Cabral diz que intermediou caixa dois para Lindbergh Farias

Foto: Pedro França/13.12.2016/Agência Senado.

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, afirmou em depoimento ter intermediado com o empresário Arthur César de Menezes Soares Filho (codinome “Rei Arthur”), a destinação de R$ 5 milhões para campanha de Lindbergh Farias (PT), que concorria para o Senado.

“Como em 2010 a campanha era grande, voltei a solicitar (ajuda de campanha) para mim. Deve ter dado R$ 5 milhões ou R$ 6 milhões, mas eu precisava de recursos para o senador Lindbergh Farias . Ele deu ajuda a Lindbergh, mais de R$ 5 milhões”, disse.

Sergio Cabral contou ainda que começou a campanha de 2010 com US$ 50 milhões e terminou com US$ 100 milhões em virtude de vários valores recebidos no processo eleitoral, não só do “Rei Arthur”. Esse dinheiro foi repatriado após ser entregue pelos doleiros delatores Renato e Marcelo Chebar.

Eu precisava de recursos para o candidato ao senado Lindbergh Farias. Então, ele acabou dando muita ajuda ao Lindbergh Farias. Deu uma ajuda significativa ao Lindbergh. Mais de R$ 5 milhões.

A reportagem do G1/Globo informou que não conseguiu contato com o ex-senador Lindbergh Farias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *