Jovem de 16 anos perde a visão baleado pela guarda de Maduro

Foto: entornointeligente.com

Venezuela: Na segunda-feira (01/07) um jovem de 16 anos foi baleado na face pela Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militar) e perdeu completamente a visão de ambos os olhos.

A Junta Diretiva do Instituto Autônomo da Polícia do estado de Tachira (IAPET) declarou repúdio aos atos de violência mais uma vez perpetrados pela polícia do regime de Nicolás Maduro, conforme informações trazidas pelo sites Entorno Inteligente e Cactus24. O fato ocorreu em Traveler, estado Cárdenas, na Venezuela.

Informações adicionais às notícias estão sendo transmitidas pelas redes sociais:

“Acabei de sair do hospital central. 1) infelizmente o jovem definitivamente perdeu a visão de ambos os olhos. Em cerca de uma hora, passam para o pavilhão da respectiva cirurgia que consiste em acabar com os desafios do glóbulo ocular; 2) Funcionários do Ministério Público estavam presentes, realizando mais inquéritos iniciais ou procedimentos urgentes; 3) Adriana Parada, jovem mãe foi transferido juntamente com o irmão mais novo de Rufo, que conseguiu identificar os dois agentes que dispararam suas armas de serviços, como resultado estes foram detidos na sede da CICPC; 3) atendimento médico que inclua material necessário para a emergência, assim como a medicação foi preenchida pelas autoridades do Hospital Central que tiveram um procedimento que deve ser reconhecido; jovem 4) O cidadão mãe Adriana Parada gravemente ferido ordenou o respectivo suporte no tratamento legal e comunicacional da situação, o que contribuirá para continuar mostrando ao mundo a sistemática violação contínua dos direitos humanos dos cidadãos Os venezuelanos, onde devemos manter firme a esperança de que, mais cedo ou mais tarde, o braço da justiça chegue a todos os infratores ou transgressores do sistema legal; 5) Neste momento a situação de saúde do jovem Rufo é estável, porém ele ainda não conhece as consequências da lesão.”

 

Vídeo da confusão:

 

 

1 thought on “Jovem de 16 anos perde a visão baleado pela guarda de Maduro

  1. A venezuela vai ficar aí por um longo tempo. Ao menos serve como lembrete diário para toda a América do Sul do que acontece quando elegemos esquerdistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *