Ciro Gomes sabe que Lula é ladrão, mas diz que não vai revelar segredos do petista

Em entrevista ao programa Morning Show, da Jovem Pan, na manhã dessa terça-feira (25), Ciro Gomes afirmou que “se tem um brasileiro que sabe que o Lula não tem nada de inocente, sou eu”. Porém, também declarou que manterá em sigilo o que conhece, pois “soube em confiança” e que esses segredos morrerão com ele. Segue o trecho completo da declaração do pedetista:

“Eu sei que Lula sabia que Michel Temer era corrupto e botou ele na linha de sucessão. Eu sei que ele sabia que Eduardo Cunha era ladrão e entregou Furnas para ele. Briguei com Lula por isso, e foi ali que ele roubou o dinheiro para comprar deputados e se tornar presidente da Câmara, eu sei que Lula sabia o que estava acontecendo na Petrobras, porque eu denunciei o Sérgio Machado na Transpetro e o Eunício Oliveira, então se alguém sabe o que o Lula não tem nada de inocente, sou eu”.

Essa fala se enquadra no contexto em que o político cearense tenta se desvincular do petismo para se tornar uma opção mais competitiva, à esquerda, no próximo pleito presidencial. Vale lembrar que até o início do ano passado, esse mesmo Ciro, de acordo com ele mesmo, tinha um acordo com o PT para concorrer – ou ser apoiado – pela legenda, mas foi traído por Lula. Só depois disso Gomes, que sabia das roubalheiras de Lula e sua trupe, passou a atacar o ex-presidente, e sempre, cabe salientar, de maneira cordata, camarada, leal.

A tensão entre Ciro Gomes e o PT só se tornou pública quando seu irmão, o senador Cid Gomes, em discussão com petistas num ato pró-Haddad antes do segundo turno das eleições de 2018, bradou o icônico “o Lula está preso, babaca“, frase que se transformou em hit nas redes sociais – e que Ciro repetiu em um evento recente.

Depois disso, o pedetista, fora do segundo turno, não apoiou publicamente a candidatura de Haddad e não embarcou na Frente pela Democracia, reunião de partidos de esquerda criada para se opor a Bolsonaro – ato que gerou uma grande comoção negativa no campo esquerdista.

O último embate entre Ciro Gomes e os petistas se deu mês passado quando ele discutiu com a petista Maria do Rosário em evento que reuniu lideranças esquerdistas, em Pernambuco. Na ocasião, Ciro acusou os petistas, incluindo a deputada, de serem lulistas fanáticos, e no que Rosário retrucou cobrando a união da esquerda, Ciro deu-lhe uma tréplica declarando: “unidade é o cacete”.

Apesar de tudo, as declarações de hoje deixam claro que Gomes tem laços umbilicais com Lula e que, no fundo, o coronel segue sendo vassalo do bandido.

 

 

 

 

 

2 thoughts on “Ciro Gomes sabe que Lula é ladrão, mas diz que não vai revelar segredos do petista

  1. Declaração tipicamente política. Ele não disse que o Lula é ladrão, disse que o barbudo sabia que seus aliados eram ladrões. Porta aberta para, amanhã, o coronel explicar que Lula fez isso pela governabilidade. Como sói acontecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *