Bolsonaro parabeniza o silêncio de Mourão

Em entrevista nesta quinta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro aproveitou uma pergunta sobre a composição da sua chapa, caso ele tente a reeleição em 2022, para alfinetar o vice Hamilton Mourão. Respondendo ao questionamento, Bolsonaro disse que, por ora, não quer “queimar o Mourão”, mas, em seguida, cumprimentou seu parceiro de chapa, dizendo: “parabéns ao Mourão porque faz uma semana que ele não dá declaração a vocês”.

A frase foi dita em tom de brincadeira, todavia, pelo contexto, revela um incomodo antigo de Jair com o general.

Ao longo desses pouco mais de seis meses de governo, foram vários os casos de polêmicas públicas criadas por declarações de Mourão. Tivemos nesse meio tempo, por exemplo, o caso do aborto, que Mourão disse ser uma escolha das mulheres, o caso do desarmamentismo, num comentário infeliz do militar à questão da Venezuela, as brigas do general com o filósofo Olavo de Carvalho, o tom excessivamente cordial com a mídia oposicionista etc.

Entretanto, até aqui Bolsonaro não havia dado uma resposta mais explícita a essa situação. No mais das vezes, até para amainar o conflito, o presidente tergiversou, disse que seu relacionamento com Mourão era bom e não o repreendeu em público. Porém, com a declaração de hoje, Bolsonaro demonstra que não vem gostando dos posicionamentos do general, e deu sinais de que, em uma reeleição, que ele não descarta, escolherá outro parceiro para compor a chapa.

1 thought on “Bolsonaro parabeniza o silêncio de Mourão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *