Proposta dos generais é contrária à de Bolsonaro, diz Olavo de Carvalho

O filósofo Olavo de Carvalho tem deixado claro em seu perfil nas redes sociais, que os militares ocupantes do alto escalão do governo estão completamente desalinhados às propostas que elegeram Jair Bolsonaro.

O professor afirmou, nesta terça-feira (07):

“O problema inteiro é muito simples: a pauta do Bolsonaro, e de todo o povo que o elegeu, é nacionalista, conservadora, cristã e anticomunista. A dos generais é contra TUDO isso. Será que alguém não entendeu ainda?”

Olavo considera Bolsonaro o homem mais bem intencionado que ele conheceu. Mas os generais que o rodeiam estariam trazendo certa contradição com as propostas do Presidente. Uma dessas contradições foi expressa no artigo do jornalista Leandro Ruschel, que lembra a coincidência histórica de concepções estatistas entre militares e a esquerda, o que propiciou a ascensão de socialistas ao poder com o PT e a boa relação que mantiveram com militares ao longo das últimas décadas.

Bolsonaro converteu-se recentemente ao liberalismo, o que não ocorreu em nenhuma esfera militar. Estatismo mais a crença nas soluções puramente técnicas e supra-ideológicas, típicas do positivismo característico do meio militar brasileiro, resultam numa aproximação que é parte ideológica e parte pragmática entre esquerda e militares. Oportunamente, os dois se unem em momentos específicos.

Esta situação de aproximações e cooperações mútuas põe as altas esferas das Forças Armadas brasileiras como uma potencial classe revolucionária que, assim como na Venezuela, serviu e potencialmente serve à esquerda.

A atuação de generais como Santos Cruz, que mantém um verdadeiro feudo de poder dentro do governo, reúne possibilidades de uma retomada fácil da esquerda no poder do Brasil, uma vez que a estrutura montada pelo PT não foi e não aparenta estar sendo demolida.

Olavo de Carvalho foi o grande responsável pela abertura de espaço em meio a uma situação de hegemonia intelectual da esquerda. Graças às redes sociais, os seus diagnósticos da situação presente abriram os olhos de uma multidão que ainda cresce a olhos vistos e que culminou com a eleição de Jair Bolsonaro. O apoio dos militares pareceu aos olhos de muitos como uma jogada necessária à vitória e à governabilidade. De fato, ninguém governa sem as Forças Armadas.

Mas a situação complicou-se justamente devido à vocação revolucionária de nossos generais, que aceitaram aliar-se a Bolsonaro, um político de quem não gostavam, para “voltar” ao poder, o que os traria de volta o prestígio perdido na era petista. Ao mesmo tempo, o próprio Bolsonaro aceitou a parceria militaresca com o mesmo anseio de “retorno” ao prestígio no meio militar.

A estrutura desse empasse psicológico está sendo forçada pelos “ataques” de Olavo a generais, que na verdade são apenas a defesa da proposta da qual Bolsonaro deve sua vitória. O Presidente não deve aos generais absolutamente nada, mas o histórico das relações entre o homem e a corporação dos generais pode estar atuando na manutenção da situação.


 
 

3 thoughts on “Proposta dos generais é contrária à de Bolsonaro, diz Olavo de Carvalho

  1. Vocês estão sendo tratados cada vez mais para a esquerda por esse pseudo-filósofo.

    Estou ficando bastante preocupado com cada vez mais esquerdismo que vejo sendo inoculado por esse farsante na cabeça de vocês.

    Essa história de que o Generalato é contra Bolsonaro é oriunda de várias fake news espalhadas pela esquerda durante a campanha eleitoral, visando exatamente minar a imagem de Bolsonaro antes as Forças Armadas.

    De duas semanas para cá, vejo que a esquerda olavista vê as FFAA como “forças reacionárias” e que o valente “filósofo que sempre tem razão” alerta o povo para a opressão da “burguesia vermelha”.

    Será que vocês não estão sentindo o fedor do marxismo enrustido que está sendo inoculado em vocês?

    Olavo está usando táticas esquerdistas para enganar vocês, só fazendo leves alterações para adaptar sua visão doentia ao público-alvo: neoconservadores e direitistas incautos.

    Nada de novo sob o sol: Mussolini fez escola.

    Por favor, ABRAM OS OLHOS!

  2. Simples! Basta observar a esquerda remanescente que habita no Congresso Nacional, como também os “novos” Deputados Federais que foram eleitos , inclusive do PSL, sem nenhuma força de caráter, cheios de dívidas pessoais, e loucos para PERMANECEREM POLÍTICOS, que caíram no “encanto” do poder e com os olhos arregalados pelo acesso fácil ao DINHEIRO, nada projetam para solucionar nossos graves e urgentes problemas de empobrecimentos e dívidas , que NÓS CLASSE MÉDIA E POBRE adquirimos com as enganações petistas e seus braços. Os que votaram em BOLSONARO , querem apenas ESPERANÇA de usufruir das RIQUEZAS E POSSIBILIDADES DE CRESCER JUNTO COM O BRASIL, através da transparência é verdade como está fazendo a MINISTRA DAMARES ( tão perseguida) a corajosa patriota que está CONSEGUINDO DESARTICULAR A PODRIDÃO DA EDUCAÇÃO DETURPADA em todos os níveis nesse País.
    O CAMINHO É ESSE: a VERDADE que o Filósofo quer colocar na MESA À NOSSA FRENTE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *