Índios favoráveis ao governo são e serão perseguidos, denuncia a indígena Ysani Kalapalo

Foto cedida por Ysani Kalapalo (via Twitter)

A jovem Ysani Kalapalo, de 27 anos, tem uma intensa participação nas redes sociais. Recentemente, levantou sua voz em defesa da ministra Damares Alves, que havia sido acusada por uma reportagem da revista Época de ter sequestrado sua filha adotiva de uma aldeia indígena. Com mais de 30 mil inscritos em seu canal do Youtube, Ysani ficou conhecida por seu vídeo em que acusa a equipe da revista de invadir a aldeia sem permissão e fazer propaganda contra a ministra para enfraquecer o governo.

Há pouco mais de um mês, criou uma conta no Twitter e já tem mais de 13 mil seguidores. Na rede social, Ysani critica os movimentos de esquerda que, segundo ela, dizem representar os índios. Contra os estereótipos ligados à cultura indígena, construídos por antropólogos da grande mídia, ela dispara: “Índio é um ser humano tem defeitos e qualidades como qualquer ser humano. Por favor, não romantize demais o índio!”

Leia a entrevista exclusiva de Ysani Kalapalo para Estudos Nacionais:

Na sua visão, quais os maiores problemas enfrentados pelos indígenas do Brasil?

A exclusão social, o conceito pré concebido de que o indígena é inferior, a desapropriação, o uso da vulnerabilidade social que aufere lucro pra organizações que fingem proteger indígenas. Esses problemas são retratados pela mídia tradicional? Não. Porque nem a mídia e nem indígenas sabem os milhões destinados do fundo da Amazônia para o amparo e desenvolvimento social de indígenas, esse dinheiro não chega às comunidades indígenas pra mudar alguma coisa. Não querem que mude, pois quando nós indígenas passarmos a fazer parte da massa pensante deste país, que é responsável por mudar a história, nós passaremos a ser uma ameaça, pois romperemos com aqueles que querem insistir para que vivamos desprovidos de tudo, para que somente eles se sintam donos de nosso destino.

Nas redes sociais, você demonstra incômodo com a associação que se tem feito dos índios com movimentos sociais de esquerda. Por que motivo você acha que isso ocorre?

O Brasil está cansado disso TUDO! Esses movimentos lucram com o caos social e apenas fingem proteger indígenas ou a sociedade.

Além de você, há movimentos de índios de direita apoiadores do governo Bolsonaro?

Sim, não sou a única, pois foi conversando com outros indígenas que pensam como eu que fomos alinhando as idéias e nos manifestando. Mas os índios patriotas que se posicionam a favor desse governo são e serão perseguidos.

Quais são as maiores dificuldades para que tenham voz?

Nós temos voz. Olha eu aqui falando. Hoje entendo que não preciso que pensem por mim, estudo o suficiente e tenho acesso à informação e filtro para que essa informação não chegue distorcida ou manipulada. 

Qual a sua opinião sobre as tribos que são mantidas sem contato com o restante dos brasileiros? Você acha possível uma integração e vida em comum?

Existem indígenas que momentaneamente precisam estar protegidos, pois não têm a imunidade necessária para manter contato e estão em estágio de vulnerabilidade, eles precisam de todo esse cuidado. É possível de forma gradual, e isso já ocorre há mais de 500 anos.

Você ou sua tribo sofreram alguma perseguição ou intimidação por ativistas da esquerda?

Sim e o tempo todo, eles tentam te desacreditar e depois desconstruir sua imagem perante todos. Tentam te isolar e silenciar e de uma forma bem truculenta te condenam com o slogan de “traidor do seu povo”, justamente por não se deixar manipular por eles. 

Hoje você não vive mais na tribo? Como foi a sua experiência e que diferenças vê do mundo da tribo e das cidades do homem branco?

Sou uma indígena tribal e urbana. Ou seja, vivo entre dois mundos: aldeia e cidade. Vejo muita diferença. Por incrível que pareça, me sinto mais livre na cidade do que na minha terra Xingu que tem uma política ainda medieval.

Por fim, que tipo de relação você espera entre o governo e as tribos indígenas a partir do governo Bolsonaro?

De que realmente as políticas públicas destinadas à população sejam realmente executadas com eficiência dentro da moralidade, ética e da legalidade.


 
 

2 thoughts on “Índios favoráveis ao governo são e serão perseguidos, denuncia a indígena Ysani Kalapalo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *