segunda-feira, agosto 19, 2019

Números na Suécia

Dados do Governo.

Desde a legalização em 1938 o número anual de abortos cresceu na ordem de 9.000%.

Os primeiros números, datam do ano seguinte à legalização, quando ocorreram 439 abortos, correspondendo a 0,4% do total de nascimentos daquele ano. Nove anos depois, em 1948, os números ultrapassaram 4 mil e, até 1965, oscilou entre 5 a 6 mil abortos a cada ano.

Desde 1950, a Suécia teve um aumento de 700% no número de abortos realizados no país, superando em muito o seu crescimento populacional, que foi de 30% nesse período.

Em 1966, foram registrados 7,254 abortos. Dois anos depois (1968), o número dobrou. Em 1972 saltou para 24.170 (15% do total de nascimentos). De 1974 até 2015 o país registra todo ano um número de abortos oscilante na casa de 30 mil abortos. De 2001 a 2008, cresceu continuamente chegando a 38 mil. Desde 2006 até 2015 todos os anos registrou número de abortos acima de 36 mil abortos, o que corresponde a 24% do total do número de mulheres grávidas ao ano.

Sobre as leis na Suécia

O país teve a primeira regulamentação sobre aborto muito cedo, em 1938. As justificativas nessa época para um aborto envolviam questões médicas e eugênicas. Em 1946, houveram novas alterações nas leis e novamente em 1960.

Verifica-se claramente nesse país que quanto mais a lei avançava em legalizar o aborto maior era a quantidade de abortos praticados.

Fontes:

Compilação de estatísticas de aborto da Suécia

US National Library of Medicine – Swedish law on abortion

Harvard HSPH site

Historicalstatistics.org

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.