“Tenho medo de ir à escola”, diz a pequena Yasmin vítima de fake news do Estadão

Foto: Myke Sena.

Na última semana, o vídeo de uma menina supostamente se negando a cumprimentar o presidente Jair Bolsonaro viralizou nas redes sociais. A notícia, que ganhou proporções ao ser publicada no Estadão, foi amplamente repercutida nas mídias de esquerda como a Revista Fórum, Catraca Livre, Carta Capital e UOL. O Yahoo Notícias, inclusive, fez uma publicação comemorando o ato:

“Diante de Bolsonaro, nesta Páscoa somos todos Yasmin’s”.

 

Muitos opositores de Bolsonaro apontaram que o ato de Yasmin seria uma reedição da cena icônica protagonizada pela então jovem Rachel Clemens Coelho, falecida em 2015, que em 1979, quando tinha  5 anos, se recusou a cumprimentar o presidente João Figueiredo, o último do regime militar. Na época, o gesto da menina também foi instrumentalizado pelos críticos do governo e ela acabou se transformando em um símbolo de resistência contra a ditadura. Era isso que queriam fazer com a Yasmin, de apenas 8 anos.

 

Entretanto, tudo não se passou de mais uma grande fake news da grande mídia que a todo custo tenta prejudicar o governo e, por consequência, atrapalhar o desenvolvimento do país. O Estadão, que tem uma parceria com o Facebook para checar as notícias falsas da rede social, inaugurou seu poder de censura corrigindo a si próprio pela mentira disseminada. Em nota, na sua versão online, o portal disse:

“ao contrário do que publicou o portal do Estadão na sexta-feira, 19, não é possível dizer que uma menina se recusou a cumprimentar o presidente Jair Bolsonaro durante um evento na última quarta-feira, 17″. 

Ocorre que no vídeo que viralizou na mídia esquerdista não era possível ouvir o que Bolsonaro havia dito às crianças enquadradas na filmagem. O presidente, que é palmeirense, em tom de brincadeira, havia perguntado se os pequenos eram também torcedores do alviverde paulista. Foi aí que Yasmin, flamenguista, respondeu com cara feia e braços cruzados.

Em outro vídeo divulgado pelo governo é possível ouvir nitidamente o diálogo. Confira:

Quem aí é Palmeiras? Hehe

Posted by Eduardo Bolsonaro on Saturday, April 20, 2019

O problema é que, apesar da correção do Estadão, o estrago já estava feito. A pequena criança, sem saber, tornou-se assunto nacional e, pior, boa parte dos internautas, mesmo os que não são bolsonaristas, acharam o ato, conforme interpretado pela mídia, simplesmente uma falta de educação, uma grosseria. Yasmin, uma menina de 8 anos, ficou nacionalmente mal falada por conta de uma tentativa de lacração do Estadão.

“Fico muito triste porque as pessoas estão falando mal de mim, que sou mal-educada”, disse ela em uma entrevista.

Yasmin, cujo pai, o pedreiro Valdir Alves, é um eleitor de Bolsonaro, teve sua rotina alterada, seu final de semana de Páscoa frustrado e ainda confessou que tem medo de ir à escola por conta de possíveis retaliações. O depoimento do pai é comovente:

Transferi meu título para cá e votei no Bolsonaro. Não imaginaria que pudesse chegar a esse ponto. Saio nas ruas e vejo as pessoas comentando sobre a minha filha. É uma criança de oito anos convivendo com essa expectativa de não querer nem estudar porque todo mundo fala dela.

No mea culpa do Estadão não há menção ao danos causados à menina Yasmin e à sua família. Também não se teve notícias, até agora, que qualquer um dos canais que disseminaram a mentira e instrumentalizaram a menina para emplacar suas agendar progressistas, tenha ido conversar com os familiares e se prontificado a arcar com as sequelas deixadas pelo boato lacrador.


 
 

60 thoughts on ““Tenho medo de ir à escola”, diz a pequena Yasmin vítima de fake news do Estadão

    1. Deixa eu entender direito: os eleitores de Bolsonaro estão reclamando do Estadão porque ele divulgou uma Fake News? Isso só pode ser piada, né?

      1. Não. Estamos constatando que a esquerdopatia se tornou endêmica e não respeitam e nunca respeitaram nem a crianças, não é mesmo?

  1. Engraçado é uma matéria de um jornal bolsonarista que fala de uma menina que está sendo ameaçada por bolsonarista. Agora vi mesmo, querem acusar a oposição de ser culpados pelas perdas que bolsonarista fazem, como se isto fosse motivo plausível para agirem como animais com uma simples criança, acordem, pode ser fake News, mas as atitudes grotescas estão vindo de pessoas reais que apoiam Bolsonaro, admitam a postura baixa e podre com uma criança é não venham acusar a única coisa que protege crianças , o estatuto da criança e adolescente

    1. Se eu fosse o paí desta menina entrava com pedido de indenização moral e ainda faria fechar este jornaleco além de um baita processo para cima deste jornalista criador de fakes. Cadê o estatuto da criança.

      1. Vcs que agora reclamam do Estadão mas ganharam a eleição dizendo e mostrando nas redes sociais a “mamadeira de piroca que Haddad vai distribuir pra nossas crianças na escola”. Bando de fariseus hipócritas!

    2. Nossa Fred que legal, essas babozeiras sua sairam de onde? Foi quando vc baixou as calças né? Só pode ter defecado mesmo🤦🏻‍♀️

      1. Você pensou muito pra dar essa resposta tosca? Coisa feia! Depois reclamam quando dizem que bolsonarista é boçal. Não são todos, mas os justos pagam pelo pecador.

    3. Então se um jornal colocasse que você estuprou uma pessoa, mesmo que não tivesse estuprado, pra você tudo bem? Você tem problemas então.

    4. Tu nasceu burro desse jeito ? ou tu bateu forte a cabeça quando era pequeno ?

      Quem usar a criança pra criar e espalhar fake news foi vocês esquerdistas. Quem vive fazendo ataque em todos são vocês esquerdistas. Vocês são doentes.

    5. Carai Fred. Como vc escreve bolsonarista hahahaha Até onde eu sei quem votou no bolsonaro, é brasileiro e não faz parte de nenhuma seita ou adoração. Ao contrário do Lulismo, nós só queremos um Brasil melhor e pelo que eu entendi na matéria, não fica explicito em lugar nenhum que são os “bolsonaristas” que ficaram bravos e estão sendo agressivos, mas sim todas as pessoas em um consenso geral. A única diferença é que a esquerda aplaudiu porque lhe conveio hahaha

      1. Mas que esquerdopata militonto burro, pleonasmo triplo, onde que os Bolsonarions estão ameaçando brutalmente a menina? Estar chamando de mal-educada é bem diferente de ameaçar. Mas até em se desculpar por uma fake news os seguidores do Enneadactyllus barbudensys conseguem arrumar mais fake news, oh duença terríver sô

    6. Mas que esquerdopata militonto burro, pleonasmo triplo, onde que os Bolsonarions estão ameaçando brutalmente a menina? Estar chamando de mal-educada é bem diferente de ameaçar. Mas até em se desculpar por uma fake news os seguidores do Enneadactyllus barbudensys conseguem arrumar mais fake news, oh duença terríver sô

  2. Esse jornal deve ser processado por suas mentiras e já está causando mal até a população brasileira, inclusive crianças.

  3. Tem de processar esse jornaleco.
    Na ânsia de prejudicar a imagem do presidente, expuseram uma criança sem a menor cerimônia.
    Alguém pode dar apoio jurídico a essa família???

  4. Se eu fosse o paí desta menina entrava com pedido de indenização moral e ainda faria fechar este jornaleco além de um baita processo para cima deste jornalista criador de fakes. Cadê o estatuto da criança.

  5. Os esquerdistas distorceram o fato inicial e fabricaram a mentira. Seguindo avante, o jornal distorceu mais ainda ao publicar que era fake news. Agora o cidadão
    distorce mais ainda o que ja estava distorcido imputando aos simpatizantes do Presidente a responsabilidade. Até onde vai o desespero! Será que ainda não se conformaram com a derrota nas urnas?

  6. O ruim nisso tudo é que infelizmente a globo continua no poder e contra partida ainda manipulando muitos incautos,o Homem agora é presidente por mais que não o querem e indiferente se votei nele ou não tenho que torcer pelo país e parar de se deixar por uma massa que não quer o melhor a não ser para seus interesses.

  7. Para vcs verem a que ponto chegaram os bolsonaristas, ameaçando uma garotinha porque ela nao cumprimentou o “mito”, são verdadeiros covardes, assim como seu mestre, um covarde doente

    1. Vc é um covarde doente . Se eu fosse o pai dessa menina , eu processaria o estadão e todos os veiculos q replicaram a materia . Como a parte mais sensível do corpo dos esquerdopatas é o bolso , eu arrancaria alguns milhões dessa mídia podre . Faria a menina ficar rica e como simbolo do começo do fim de fake news.

    2. Os únicos doentes são esquerdistas de merda igual tu. É por culpa de vocês que essa fake news foi criada e espalhada. Vocês são doentes.

    3. Muito pelo contrário, não são os que votaram no Bolsonaro que estão ameaçando ou fazendo algo ,mas é a população em geral que que está indignada com essa publicação falsa, um jornal lixo desse de esquerda, sempre procura se beneficiar das situações, não busca realmente a verdade sobre os fatos, visando sempre a prejudicar o governo e a população Brasileira.

    4. É muita burrice acumulada num cérebro só, tua cabeça deve ser oca p caber tanta jumentice assim. Os bolsonarions chamaram ela de mal educada, bem diferente de ameaçar. Quem gosta de partir p ignorância são os esquerdopatas da MILITÂNSIA PETRALHA

  8. Erra quem compara esses esqueedistas com animais, ao contrário, os animais são amáveis entre si e so agridem pela sobrevivência. Ô, a eleição passou miu,
    afinal se vc é brasileiro vamos torcer pra frente, Bolsonaro é boa gente, meu presidente , seu presidente e não adianta mi mi mi. Yasmim vc é linda, esse mundo é mau, seja forte!

  9. Quanto é lixo essa mídia, usando qualquer assunto sem ao menos saber do que se trata expõe uma criança só pra atacar o governo vigente, cabe um processo por parte dos pais!!! Só pra lembrar; o Lula tá preso babacas!!!!

  10. AS PESSOAS RESPONSÁVEIS PELA YASMIN DEVERIAM CONVENCÊ-LA QUE ESTE MAL PODE TER TRAZIDO UM BEM POIS ELA FICOU FAMOSA.
    DEVERIAM TRANSFORMAR ESTE LIMÃO EM LIMONADA.
    ALGUM ADVOGADO INTELIGENTE TAMBÉM DEVERIA SE OFERECER PARA PEDIR INDENIZAÇÕES A ESTES JORNAIS IRRESPONSÁVEIS.

  11. Fake News me parece essa história de retratação do Estadão. Numa busca na Internet não foi possível encontrar nenhum resultado além de menções em site de quinta categoria de viés ideológico de extrema direita. E a biografia do autor da reportagem diz tudo: “aluno de Olavo de Carvalho “. Huhuha, que piada! É a primeira vez na minha vida que eu vejo alguém colocar uma coisa assim na biografia. O título e o professor demonstram bem o nível intelectual do autor.

    1. Com toda certeza, retratação da esquerda é bem impossível, mataro milhões pelo caminho que passaro e nunca vi nenhum deles ao menos se retratando. Onde a esquerda passa fica um rastro de mortes, miséria, destruição, pobreza. Convivi com refugiados da Rússia comunista, tinha umas histórias bem terríveis, mas o que dizer de um sistema que acusa os outros do que ele proprio faz e chama-os do que é

      1. Ah, de primeira categoria são os sites jornais revistas e tvs que apoiam os petralhas espalhando fake news. Esses são dignos de toda a confiança dos jumentos que os acompanham

  12. Eu quero saber se algum advogado se prontificou a pedir indenização para essa menina ? É tratamento psicológico?
    Cadê a torcida do Flamengo ?
    Ninguém se manifesta?

  13. Culpa compartilhada!!!
    O Estadão(ou qualquer outro) que publicou a fake news e a direita que perseguiu a criança, é só olhar quem tava xingando ela nas redes e verá que tem um 17 na capa do face.

  14. Pode ter sido um mal entendido, mas que o governo tá uma bosta isso é verdade, só tontos ou só quem está lucrando com esse governo de merda que não enxerga isso.

  15. Noticia Falsa, o estadão nao tem necessidade de se desculpar pelo registro que foi espontaneo, o erro começou quando o ditador bolsonaro tentou instrumentalizar crianças pra seu regime e foi trollado.

  16. Eu como advogado pretendo entrar em contato com a família para oferecer apoio judicial no caso, de graça.
    Se alguém souber como entro em contato com a família ou com a escola, ficaria grato.

  17. Quando será que deixaram de lado as diferenças partidárias para pensar somente no país BRASIL que é o que nos interessa.

  18. Interessante. Esta esquerda so quer um pretesto para incliminar o Predidente. Tudo pode falar palavroes contra ele. Ridiculo nao se respeitar o Presidente do Brasil. Simplismente por nao se conformarem com a derrota.
    Quanto ao Jornal tem que ser punido. Yasmim é o uma criança!

  19. Realmente termos que acabar com as fake news, afinal, elegemos um louco como presidente através de fake news de bolsomerda, em tempo nao sou de esquerda nem nunca fui, sou liberal, tanto nos costumes quanto na economia, como nao ha nenhum Justin trudeau no país, ficamos refens de luladrao e bolsolixo, nao tem como esse pais melhorar, nem torcendo muito.

  20. O TRISTE É ALGUÉM JULGAR E ATE MESMO AGREDIR MESMO QUE DE FORMA VERBAL, A AÇÃO DE UMA CRIANÇA, SEJA POR OPÇÃO ESPORTIVA, POLÍTICA, RELIGIOSA, ETC.
    ESSE POVO BRASILEIRO NÃO PRESTA.

  21. De fake News vcs entendem bem!!!! Fala da mamdeira de puroca, da cartilha de sexo…..o maior estrago na vida da menina é ter esse crapula como presidente, roubando a sua educação e sua aposentadoria!!!!

  22. Concordo com o autor do texto em relatar o fato ocorrido, porém, ficou muito pessoal. Usou termos que mostram claramente sua posição política em relação ao atual governo. Não sou eleitor do Bolsonaro, mas apoio o esclarecimento de notícias falsas mas devem se lembrar que a garota do vídeo, segundo as fake News, recusou cumprimentar o presidente e foi vítima de múrmuros em redes sociais, não só pelos que não votaram no presidente mas também daqueles que o apoiaram, se em algum momento a menina teve receio de ir a escola devido a alguma ameaça ou simplesmente medo, isso é algo que devemos tratar relacionando a resposta que os “bolsonarianos” tem quando alguém rejeita seu presidente. Usar nomes pejorativos como “lacração”,”esquerdistas” e até mesmo “bolsominions” só reforça uma segregação e uma intriga de ambos os lados e esse é o verdadeiro problema. Vocês, eleitores do Bolsonaro, acreditam ser a diferença do país, creem que com a candidatura dele, o Brasil irá mudar, então comecem fazendo a diferença, parem de segmentar a população. Digo isso me posicionando não como uma pessoa de esquerda e nem de direita, mas como um cidadão que deseja o avanço do meu país sem uma briga desnecessária, sem adoração cega ao presidente. Todos devemos nos posicionar contra o regresso do país, sem hiprocrisia ou falso testemunho, se um presidente propõe uma ideia que coloca em risco a instabilidade econômica, ambiental, educacional e outras, é dever do cidadão se opor a isso. Não precisamos calar a voz de outro para que ouçam a nossa, isso não é uma competição, todos queremos o progresso do Estado, mesmo que em ideias diferentes, devemos estar abertos a opiniões além das nossas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *