Protestos pela Educação viram atos a favor de Lula Livre

Na quarta-feira (15/05) ocorrem em pelo menos 75 universidades e institutos federais, protestos em resposta ao contingenciamento de verbas da educação promovida pelo Ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Imagens dos protestos que circulam na internet mostram que os atos são marcados por manifestações em apoio a libertação de Lula, e em resistência ao novo governo, por parte de grupos insatisfeitos com o desfecho da corrida presidencial de 2018.

Diante das manifestações, o presidente Jair Bolsonaro classificou os atos como ação de uma minoria que compõem o núcleo de muitas universidades federais do Brasil, chamados “idiotas úteis”.

“São uns idiotas úteis, uns imbecis que estão sendo utilizados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitas universidades federais do Brasil.”

Os protestos ocorrem diante de fake news e interpretações incorretas sobre o contingenciamento feito na educação, lembrando os atos que ocorreram na época da PEC 241 (PEC do teto), onde atos em inúmeras escolas foram feitos por estudantes que desconheciam o conteúdo da PEC, algo que foi demonstrado em vídeos no Youtube na época. Até mesmo o G1 reconheceu que foram publicadas notícias e divulgadas informações indevidas, sobre o contigenciamento atingir 30% dos gastos das universidades. Alguns divulgaram informações incorretas de que o contingenciamento abrangeria salário dos professores, o que também não é verdade e foi reconhecido na mesma matéria do G1.


 
 

2 thoughts on “Protestos pela Educação viram atos a favor de Lula Livre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *