Evento em Florianópolis apresentou história da Ideologia de Gênero e financiamento do aborto

Evento em Florianópolis apresentou história da Ideologia de Gênero e financiamento do aborto

06/09/2018 0 Por Estudos Nacionais

Começou nesta quarta-feira (05/08), o Seminário Estudos Nacionais, promovido pela editora Estudos Nacionais, em Florianópolis (SC). O evento, que ocorreu no auditório da Casa do Barão, centro de Florianópolis, faz parte de uma série de encontros que buscará apresentar temas como aborto e a temática de gênero no Brasil e no mundo.

“O objetivo do seminário é informar a sociedade sobre a natureza dos movimentos sociais ligados a essas pautas, seus financiamentos e histórico de atuação, bem como seus possíveis efeitos para a sociedade”, explicam os organizadores. O evento gratuito também foi o lançamento oficial o livro Precisamos Falar Sobre Aborto: Mitos & Verdades, organizado por Marlon Derosa e oportunamente apresentou outros lançamentos da editora, como o periódico Revista Estudos Nacionais.

Neste primeiro módulo do Seminário, o evento contou com duas apresentações. A primeira, do promotor Rafael Meira Luz, de Jaraguá do Sul (SC), que trouxe um amplo panorama jurídico e histórico das teorias de gênero, a evolução do conceito e a sua lenta consolidação em órgãos internacionais. Meira Luz tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito do Consumidor, Infância e Juventude. Desenvolve trabalho profissional no Ministério Público do Estado de Santa Catarina como Promotor de Justiça.

Entre outras coisas, Meira Luz conta que organizações como a clínica de aborto norte-americana IPPF (International Planned Parenthood Federation), estiveram presentes nas delegações de estados membros das Nações Unidas, graças ao apoio financeiro que deram ao governo Clinton. Essas organizações chegaram a substituir representantes de países africanos para votarem em seus lugares, mediante indicações e pagamentos em dinheiro. Diversas foram as artimanhas para inserir nas resoluções das Nações Unidas o contraditório e incerto conceito de “gênero”. Para Meira Luz, o aparelhamento ideológico em órgãos internacionais e nacionais foi a principal técnica de modificação das leis, o que a sua palestra contou em detalhamento histórico e jurídico.

A segunda palestra, conduzida por Marlon Derosa, organizador do evento e co-autor do livro Precisamos Falar sobre Aborto: Mitos & Verdades (2018), apresentou o financiamento milionário da pauta do aborto para a sua aprovação no Brasil. Mais de 18 milhões de dólares, conforme artigo publicado no site Estudos Nacionais, vindo de fora do país para a legalização do aborto. Além disso, o palestrante demonstrou o método de investigação e os equívocos de dados apresentados sobre estimativas dos números de aborto, os riscos da ADPF 442 e o comprometimento político e financeiro da causa no Brasil e no mundo.

Próximo evento será sobre relação entre gênero e pedofilia

Ainda sem data ou local definido, o próximo módulo do Seminário Estudos Nacionais ocorrerá no início do mês de outubro e tratará da relação entre a Ideologia de Gênero e os movimentos LGBT com o ativismo pela pedofilia, existente no mundo todo. O palestrante será Cristian Derosa, autor do livro A transformação social: como a mídia de massa se tornou uma máquina de propaganda (2016) e editor da Revista Estudos Nacionais.