Época recebeu 100 milhões na era petista e faz campanha contra Bolsonaro

A revista Época, pertencente ao grupo Globo, recebeu do governo mais de 100 milhões de reais, entre os anos 2000 e 2011, de acordo com informações levantadas pelo site Terça Livre, a partir dos dados do Instituto para Acompanhamento da Publicidade (IAP).

O total do investimento, sem a correção monetária, é de R$ 111.426.088,79. Com valores corridos a partir do IGP-M (Índice Geral de Preços de Mercado): R$ 246.797.130,26. Os cálculos de correção monetária podem ser conferidos no site Cálculo Exato.

Dados foram publicados ontem (11) após o site O Antagonista questionar, em seu perfil no Twitter, a origem do dinheiro que mantém o site Terça Livre. Diante disso, o site prometeu começar a divulgar outros financiamentos disponíveis nos relatórios oficiais.

Recentemente, a Revista Época foi desmentida publicamente após matéria que tentava acusar a Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, de ter sequestrado sua filha adotiva de uma aldeia indígena, versão imediatamente desmentida por índios da aldeia que acusaram os jornalistas da revista de terem invadido a aldeia para fazer campanha contra a ministra e contra o governo. Em entrevista ao Terça Livre, a ministra comentou a acusação da revista, que classificou como “objetivo de enfraquecer o governo”. (confira a entrevista).

A indígena Ysani Kalapalo, que fez a denúncia em vídeo contra a revista, concedeu, neste fim de semana, entrevista exclusiva ao site Estudos Nacionais. Ela acusa a mídia e os movimentos de esquerda de perseguirem indígenas que não se alinham às pautas desses movimentos. “São considerados traidores do seu povo”, diz Ysani (confira a entrevista).


Veja abaixo o levantamento completo feito pelo site Terça Livre:

Em 2000, a revista recebeu mais de 5 milhões de reais.

Epoca 2000

No ano seguinte (2001), a Época recebeu quase 6 milhões de reais.

epoca 2001

Some-se a isto quase mais de 5 milhões e meio em 2002.

Epoca 2002

Já em 2003 os valores ultrapassaram 7 milhões.

Epoca 2003

No ano de 2004, os negócios superaram 10 milhões.

Epoca 2004

Em 2005, tratou-se de quase 11,5 milhões de reais.

Epoca 2005

No próximo ano (2006), foram mais de 8,5 milhões.

Epoca 2006

Já em 2007, mais quase 7 milhões.

Epoca 2007

No ano seguinte (2008), mais de 6 milhões.

Epoca 2008

Em 2009, mais de 12,5 milhões.

epoca 2009

Em 2010, mais de 16 milhões de reais.

Epoca 2010

No último ano divulgado pelo IAP, 2011, o valor ultrapassou 14 milhões de reais.

Epoca 2011

Os dois CNPJ’s informados nos relatórios são respectivamente 04.067.191/0001-6000.396.253/0001-26, e ambos pertencem à Globo, segundo a Receita Federal.

Globo cnpj 1

cnpj globo 2

Numa rápida somatória, sem correção monetária, o valor totaliza R$ 111.426.088,79. São mais de 100 milhões de reais só neste período.

Epoca 2000 a 2011 total

Quando a correção de valores é aplicada usando o IGP-M, a somatória se aproxima de 250 milhõesde reais.

Epoca 2000 a 2011 corrigido

 


 
 

1 thought on “Época recebeu 100 milhões na era petista e faz campanha contra Bolsonaro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *