“Nosso viés é claramente de esquerda”, diz CEO do Twitter

O viés esquerdista não influenciaria na política da empresa, segundo Dorsey, apesar de diversas acusações de censura nas redes sociais

Jack Dorsey, CEO do Twitter admitiu no último sábado: “nosso viés é claramente de esquerda”. Diante das acusações de discriminação contra sites e perfis conservadores, o presidente do Twitter admitiu que seus funcionários compartilham uma tendência de esquerda, o que explicaria a desigualdade das políticas. Em entrevista à CNN, Dorsey diz que o Twitter tem a responsabilidade de respeitar as visões diferentes, mas que precisa, de fato, de algum esforço para isso. “Precisamos mostrar constantemente que não estamos agindo sob influência de nosso próprio viés, o que eu admito que é mais para a esquerda”, disse.

O viés esquerdista não influenciaria na política da empresa, diz Dorsey, apesar de diversas acusações de censura nas redes sociais.

Confrontado com as reclamações de blogs conservadores, Dorsey deu explicações por ter bloqueado a conta do colunista independente Alex Jones, após denúncias de que estaria incitando a violência. A plataforma decidiu depois não removê-lo do Twitter, recebendo apenas um bloqueio de uma semana, mas foi removido de outros sites como Youtube, Spotfy e Apple Music. Até mesmo o presidente Donald Trump saiu em defesa de Jones.

O comitê de Inteligência do Senado americano chamou Dorsey para testemunhar sobre a questão da influência da Rússia nas eleições e enfrenta possível intimação do Comitê de Energia e Comércio por alegações de discriminação contra conservadores em sua plataforma.

Facebook bloqueia e limita alcance de grupos conservadores

Não é só o Twitter que enfrenta questionamentos sobre possível viés de esquerda e discriminação de sites conservadores nos EUA e no mundo. O Facebook já admitiu, por meio de funcionários, que diminui propositalmente o alcance de páginas e perfis conservadores. Esta semana, o grupo conservador de vídeos educacionais PragerU percebeu uma considerável diminuição do alcance do seu conteúdo na rede social de Zuckerberg. O PragerU difundiu a captura de tela da página do Facebook para comprovar a sua percepção, não deixando dúvidas.

Diversas páginas foram bloqueadas sob a relativa acusação de “discurso de ódio”, enquanto milhares de páginas feministas e de esquerda pregam todo tipo de discriminação e reclusão de ideias e pessoas conservadoras, cristãs da política e dos debates públicos.

 

 


 
 

5 thoughts on ““Nosso viés é claramente de esquerda”, diz CEO do Twitter

  1. Pingback: 놀이터추천

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *