Ameaçado de morte, Allan dos Santos pede ajuda a Ministro da Justiça

Reprodução

O jornalista Allan dos Santos, dono do site Terça Livre, usou as redes sociais para denunciar uma ameaça de morte que recebeu, logo após a repercussão do Terça Livre nos últimos dias. Allan pediu ciência do ministro Sérgio Moro, apostando no silêncio dos jornais a respeito.

O portal ganhou destaque após reportagem expondo conteúdo que revelava conversas entre a jornalista Constança Rezende (Estadão) e um jornalista francês. Na época, o Estadão considerou “fake news” a conversa da jornalista que prometia sabotagem ao governo Bolsonaro.

No Instagram, Allan escreveu: “Estão ameaçando meus filhos, minha esposa e a Fernanda Salles. Estão exigindo o fim do Terça Livre. Não iremos parar e as autoridades já estão cientes de tudo”, escreveu.

Na sequência, ele publicou o print da ameaça no Twitter e escreveu em resposta a uma publicação do Ministro Sérgio Moro:

“Estimado Ministro Moro, minha família (esposa e filhos) estão sendo ameaçados de estupro e morte. Sei que a imprensa não divulgará estas ameaças. Contamos com o senhor para que este criminoso pague por seus crimes”, reiterou.

O canal Terça Livre vem atuando diretamente na desmistificação de falsas notícias que são divulgadas, principalmente, em grandes veículos de comunicação.

Recentemente, em uma coletiva de imprensa com o chanceler Ernesto Araújo, uma jornalista da CBN reclamou, ao vivo, de uma pergunta enviada pelo jornalista ao chanceler. O Terça Livre tem uma visualização maior do que muitos sites da grande mídia e é apoiador do presidente Jair Bolsonaro.


 
 

2 thoughts on “Ameaçado de morte, Allan dos Santos pede ajuda a Ministro da Justiça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *