Sobrinhos de Nicolás Maduro são condenados por tráfico nos EUA

Sobrinhos de Nicolás Maduro são condenados por tráfico nos EUA

15/12/2017 0 Por Estudos Nacionais

Os sobrinhos do ditador venezuelano foram condenados a 18 anos de prisão pela distribuição de quase 1 tonelada de cocaína nos Estados Unidos

Nesta última quinta-feira (15), a justiça americana condenou os sobrinhos do ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, a 18 anos de prisão por tráfico de drogas. Os condenados, Efraín Antonio Campo Flores e Franqui Francisco Flores de Freitas, já haviam sido detidos no país, em 2015, de acordo com a audiência proferida no tribunal federal de Nova York. Ambos são sobrinhos de Cilia Flores, mulher de Maduro. Efraín, por exemplo, foi criado pelo próprio ditador e sua esposa.

revista estudos nacionais

Os traficantes já haviam sido declarados culpados em 18 de novembro de 2016, por importar e distribuir 800 quilos de cocaína pelos Estados Unidos. No entanto, permaneceram aguardando o julgamento definitivo desde então, que ocorreu nesta semana, em Nova York.  A sentença foi prolatada pelo juiz federal Paul Crotty, no distrito sul de Nova York, onde os primos estiveram acompanhados de seus procuradores.

Apesar da sentença de 18 anos de prisão, a promotoria havia pedido ao juiz para que impusesse uma pena não inferior a 30 anos de prisão e multas de 50.000 a 10 milhões de dólares.

Os dois venezuelanos foram detidos no Haiti em 10 e novembro de 2015, por agentes da Agência Antidrogas Americana (DEA), quando foram transportados aos Estados Unidos para serem julgados.

Ambos tinham viajado ao Haiti em um avião particular e sob posse de passaportes diplomáticos, e, segundo o relatado, a viagem teria como objetivo encerrar as negociações para que a cocaína fosse enviada da Venezuela para Honduras e, de lá, até os Estados Unidos.