médicos americanos condenam transgenero e ideologia de genero

Médicos americanos alertam sobre Ideologia de gênero e transgêneros

A Faculdade Americana de Pediatria alerta profissionais da saúde, professores e legisladores, para rejeitar políticas que condicionem crianças a aceitar como normal a ideologia de gênero e transgêneros.

Conforme estudos da Associação Americana de Pediatras, a ideologia de gênero e as experiências com transgêneros trazem uma série de riscos à saúde das crianças e caracterizam-se uma violência.

1. Sexualidade humana é uma questão objetiva, biológica e binária. XY e XX, são os indicadores genéticos de um macho e uma fêmea, respectivamente. Não há indicadores genéricos.

2. Ninguém nasce com um gênero. Todos nascem com um sexo biológico.

Pessoas que se identificam como tendo outro sexo não são um terceiro sexo. Eles permanecem biologicamente homens ou mulheres.

3. Quando um homem ou uma mulher pensa ter um ‘gênero’ conflitante com sua condição biológica, trata-se de um transtorno psicológico, e precisa do tratamento adequado para isso.

4. A puberdade não é uma doença e hormônios inibidores da puberdade podem ser perigoso.
– Reversíveis ou não, usar medicamentos para bloquear a puberdade pode trazer uma série de consequências ruins à saúde, como problemas de crescimento e fertilidade, em crianças que até então estavam saudáveis.

5. De acordo com estudos da DMS-V(Manual de Estatísticas Americanas da Associação de Psiquiatria), 98% das confusões de gênero em meninos e 88% das confusões de gênero em meninas passam com o fim da puberdade.

6. Crianças que passam por tratamentos inibidores/bloqueadores da puberdade desde cedo poderão sofrer permanente esterilização. Serão impedidos de conceber filhos inclusive por tecnologias artificiais de reprodução. Os hormônios testosterona e estrogênio estão associados a sérios riscos a saúde incluindo problemas cardíacos, pressão alta, diabetes, câncer e outros.

7. A taxa de suicídios entre pessoas que sofreram alterações de sexo(e/ou gênero) são 20 vezes maiores do que o normal.

[Tradução dos principais tópicos da pesquisa científica elaborada pelo American College of Pediatricians]

Fonte: American College of Pediatricians.

 

Leia Também: a experiência de troca de sexo que levou os gêmeos Reimer ao suicídio.

Notícias, artigos e estudos sobre a realidade brasileira e o contexto internacional. Selo editorial especializado em comunicação, sociologia e história recente do Brasil.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta