Adoção por gays e as redes de pedofilia: tráfico de crianças para rituais de sacrifício

Alfred Kinsey e o quadro de Crowley na parede: literalmente, o satanismo oculto à sombra da pedofilia e agenda gay.

Aleister Crowley, o mais conhecido mestre satanista do mundo pop, autoproclamado “Besta 666”, recomendava aos seus seguidores que relatassem suas experiências com pedofilia em seus “diários mágicos”. Isso foi seguido fielmente por um dos seus súditos mais devotos e famosos, o zoólogo Alfred Kinsey, conhecido patrono do movimento gay norte-americano. Os “relatórios Kinsey” foram o alicerce das campanhas pela normalização da homossexualidade nos EUA.

http://www.youtube.com/watch?v=htAUysRPvNs

A relação entre movimentos gays e a militância pela pedofilia é algo tão evidente que seria tedioso listar aqui as comprovações dela. Para quem ainda duvida, citemos aqui apenas um trecho do artigo do pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz, que atesta não somente a relação entre os conceitos da prática mas no histórico das duas militâncias:

“Fundada em 1978, por muito tempo a NAMBLA (North American Man/Boy Love Association – Associação norte-americana de amor homem/menino) pertenceu à ILGA – Associação Internacional de Gays e Lésbicas – também esta fundada no mesmo ano. Em 1993 a ILGA alcançou o “status” de membro consultivo da ONU. A presença de um grupo explicitamente pró-pedofilia dentro da ILGA suscitou críticas quanto à presença desta última nas Nações Unidas. Por esse motivo, em 1994, a ILGA resolveu expulsar a NAMBLA de seus quadros (http://ilga.org/ilga/en/article/861). A expulsão foi meramente estratégica, pois a ILGA sempre se opôs às “restrições de idade” para crianças e adolescentes praticarem atos sexuais com adultos.

Portanto, não se trata somente de uma consequência lógica da transformação do conceito de direitos humanos, estendendo-os à regulamentação das fantasias sexuais, mas é algo que se torna cada vez mais evidente como a participação ativa do lobby da pedofilia nas questões de sexualidade. Afinal não pode ser a toa que o alvo da campanha gay tem sido as crianças, como mostram as frequentes propostas de cartilha gay, kit gay e a “campanha contra o preconceito nas escolas”.

A partir da normalização da homossexualidade (que já propõe até mesmo que a heterossexualidade é que seja anormal!), o apoio à pedofilia se torna uma evolução natural. A campanha pedófila já ficou evidente muito antes das defesas pelos “direitos sexuais das crianças” pelas Nações Unidas, já que a NAMBLA, como vimos, é há 20 anos membro consultivo da ONU.

http://www.midiasemmascara.org/artigos/globalismo/12955-onu-direitos-sexuais-para-criancas-de-10-anos.html

Pois bem, evidenciada a relação histórica entre pedofilia e agenda gay, vejamos a relação com os rituais de sacrifício. Alain Soral afirma que as redes de pedofilia estão espalhadas por todo o mundo. São estas redes as responsáveis pela grande maioria dos casos de crianças desaparecidas em diversos países. “As crianças são roubadas para serem vendidas e armazenadas para cerimônias de sacrifício”, diz Soral. Quem tiver dúvidas, assista um de seus vídeos.

http://www.youtube.com/watch?v=QphFnMLpYL8

Tanto na magia sexual como nos rituais de sacrifício de Aleister Crowley, há inúmeras referências e pretextos para a utilização de crianças. Therion (“besta”, em grego, um dos pseudônimos de Crowley) deu origem à quase totalidade das seitas esotéricas e místicas da atualidade, tendo seu pensamento e obra presente na maioria dos manuais ocultistas, junto de Austin Osman Spare, Samael Aun Weor, entre outros.

Quem quer que busque as relações entre satanismo, pedofilia e a atual campanha gay vai encontrar muita coisa. Só para dar um exemplo, fiquem com o trecho do livro Magick, de Crowley, explicando sobre a importância e relevância da vítima infantil para os rituais de sacrifícios.

“…it was the theory of the ancient magicians that any living being is a storehouse of energy varying in quantity according to the size and health of the animal , and in quality according to its mental and moral character. At the death of the animal this energy is liberated suddenly. The animal should therefore be killed within the Circle, or Triangle, as the case may be, so that its energy cannot escape…For the highest spiritual working one must accordingly choose that victim which contains the greatest and purest force. A male child of perfect innocence and high intelligence is the most satisfactory and suitable victim.” (Magick, by Master Therion, published in 1929 by the Lecram Press, Paris, France)

Em tradução livre: “…é da teoria dos magos antigos de que a quantidade de energia armazenada varia de acordo com o tamanho e a saúde do animal e, em termos de qualidade, de acordo com seu caráter mental e moral. Na morte do animal toda essa energia é liberada instantaneamente. O animal deve, portanto, ser morto dentro do círculo, triângulo ou conforme o caso, de modo que a sua energia não escape. Para os maiores trabalhos espirituais, portanto, deve-se escolher aquela vítima que contenha maior força pura. Uma criança do sexo masculino de perfeita inocência e elevada inteligência é a vítima mais adequada e satisfatória”.

 http://www.horuscentre.org/library/Thelema/Magick_In_Theory_And_Practice.pdf

http://hermetic.com/crowley/book-4/chap12.html

Escritor, Jornalista e pesquisador de mídia, mestre em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Autor do livro “A Transformação Social: como a mídia de massa se tornou uma máquina de propaganda (Estudos Nacionais, 2016)” e colunista no site Estudos Nacionais e um dos fundadores da RádioVox. Colaborador do site Mídia Sem Máscara e aluno do filósofo Olavo de Carvalho desde 2009.

8 respostas
  1. Valéria
    Valéria says:

    E quem imaginou que esse infeliz filho de satã, um fanfarrão psicótico e rancoroso estaria mais vivo do que nunca às custas de seus cegos ignorantes seguidores, esse anjo caído veio para fazer o estrago que temos visto atualmente, o precursor da “Nova Era” que os bobinhos esotéricos acham bonito propagar, estão cavando a própria cova e nem imaginam o quanto escuro é tudo isso.

    Abraços,

    Responder
  2. Augusto Costa
    Augusto Costa says:

    Gostaria que você disponibilizasse a fonte onde consta Samael Aun Weor citado em seu texto, em especial, sobre pedofilia e sua colocação sobre “pretextos para a utilização de crianças na magia sexual ensinada por Samael Aun Weor. Por favor, alguma prova do que você falou para que não soe como calúnia ou difamação. Obrigado.

    Responder
    • Cristian Derosa
      Cristian Derosa says:

      Augusto,
      Leia novamente o trecho que falo de Samael. Ele é citado no texto como seguidor de Crowley, somente isso. Não sei de nada específico dele sobre pedofilia ou sacrifício e se ler novamente vai perceber que não afirmei isso. Mas veja, tendo Samael escrito sobre magia sexual (e há sobre isso bastante evidências), é na área da magia sexual que Crowley recomenda não a pedofilia (pois isso nem precisava recomendar) mas, na prática da pedofilia, o registro das experiências. Só então ele recomenda a vítima ideal para o sacrificio, que é uma criança do sexo masculino etc. Então, se ele era seguidor de Crowley e também praticava magia sexual, acho difícil que ele ignorasse esse ensinamento que para a auto nomeada “Besta666” era tão essencial. Agora, quanto ao perigo de “calúnia e difamação”, não tenho medo nenhum. Li por muito tempo esse pessoal e sei que se pode encontrar qualquer aberração desejada ou imaginada na obra deles. Basta aprender a lê-los e compreender os seus objetivos.

      Responder
  3. Valéria
    Valéria says:

    Bom dia Cristian,
    Já havia comentado,mas hoje ao assistir o vídeo de Alain Soral cheguei a mais uma conclusão,

    O mais triste, muito triste mesmo, é imaginar que dos médicos que fazem abortos, essa abominação, muitos devem pertencer e participar dessa elite nefasta (me lembro do filme de olhos bem fechados), e o pior, quando estão ‘realizando” aborto, eles na verdade estão fazendo “apenas” mais um ritual, mais um sacrifício.

    E as mulheres que estão se influenciando com essa mentalidade liberal feminista, relativista de que pecado não existe, que o feto é apenas um amontoado de células, etc, nem imaginam que estão deitando no trono de moloch quando resolvem abortar, servindo à Baal, compactuando com esses algozes carrascos servidores do mal, disfarçados de estarem “apenas” respeitando a individualidade do direito de escolha da mulher.

    Isso é deprimente, imaginar que o mundo todo está sendo seduzido pelo arquiteto do mal através do esquerdismo, teologia da libertação, esoterismo, e muitos continuando a fazer o que Crowley idealizou e fazia, seguindo sua cartilha da Nova Era, nem sonham estar sendo embalados por Satanás, e com fitinha cor-de-rosa, pois estão rezando com ele e para ele, nas variadas seitas esotéricas travestidas de amor universal. Imagine só o lema do Crowley “Faça o que desejares e serás o todo da lei”, a loucura comandando a humanidade através da bestialidade.

    Conheço pessoas iludidas com esoterismo, e como é difícil para mostrar à eles que estão no caminho errado, é quase impossível, falar em Cristo para eles é heresia.
    Esse texto é importantíssimo para todas as pessoas entenderem, especialmente as mulheres, quais os reais motivos que estão por trás do abortismo, e quem está no comando desse movimento na Terra. A execução e extinção dos seres humanos criados por Deus.
    Tive que deixar essa reflexão, realmente quem leu sobre Crowley sabe do que ele era capaz.
    Abç,
    Valéria

    Responder
  4. Diego Fernandes
    Diego Fernandes says:

    Mano, parabéns pelo post.Sensacional.Eu fiz um blog hoje mesmo, bem simples, só tem um post, ainda estou aprendendo a mexer e gostaria de sua autorização para divulgar este texto lá.Eu estudo o tema Nova Era e afins, e sei que tudo que você disse é a mais pura verdade.E quanto ao babaca que tentou defender o Saamel Aun sei lá o que: O infeliz se dizia Cristo encarnado e era seguidor de Lúcifer declaradamente.Com aquela cara de advogado de traficante ele só enganava(e ainda engana, né) os idiotas.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta