A espiral do silêncio

Título: A Espiral do silêncio, opinião pública: nosso tecido social.
Autor:
Elisabeth Noelle-Neumann
Editora: Estudos Nacionais

Onde comprar:
Livraria Pius
Livraria e Editora Danúbio
Vide Editorial
Livraria Realejo (Santos -SP)
Entre outras.

Sobre a obra

Até agora o Brasil não contava com uma edição brasileira de A Espiral do Silêncio. Apesar disso, a teoria é citada e mencionada em praticamente todas as publicações acadêmicas ou estudos científicos sobre opinião pública. A referência, quase sempre de edições em espanhol, inglês, ou simplesmente de outros trabalhos que abordaram a teoria, mantém-se indispensável em qualquer trabalho da área. A obra original, porém, de autoria da cientista política alemã Elisabeth Noelle-Neumann, permaneceu ausente do mercado editorial e, portanto, do público leitor brasileiro desde a sua primeira publicação, em 1977.

A pesquisa de Noelle-Neumann, no entanto, jamais deixou de ser atual e ainda hoje, em tempos de politicamente correto, acaba descrevendo nossa conturbada sociedade.

Noelle-Neumann propõe neste importante livro, a teoria da espiral do silêncio, uma abordagem fundamental para a análise da relação entre os meios de comunicação e o controle social. Com base na sua teoria, a autora acertou todas as previsões eleitorais na Alemanha.

Partindo da ideia de que a opinião pública pode ser uma forma de controle, o livro converteu-se em uma referência essencial por sua importante contribuição não somente à necessária e contínua construção de uma história da opinião pública, mas também à compreensão do comportamento dos eleitores e o esclarecimento das relações entre o homem moderno e os meios de comunicação.

Este livro é um texto de leitura obrigatória para os cientistas sociais e para todos aqueles que desejam conhecer um pouco mais o papel da opinião pública na sociedade contemporânea. Nesta obra, Noelle-Neumann estuda a opinião pública como uma forma de controle social no qual os indivíduos adaptam seu comportamento às atitudes predominantes sobre o que é ou não aceitável.

Sobre a autora

Elisabeth Noelle-Neumann (Berlim, 1916 – Allensbach, 2010) foi reconhecida cientista política alemã. Professora emérita da Universidade de Mainz, teve como contribuição mais famosa o modelo da espiral do silêncio, teoria sobre como a percepção da opinião pública pode influenciar no comportamento do indivíduo.

Estudou filosofia, história, jornalismo e estudos americanos na Universidade Friedrich Wilhem e na Universidade de Königsberg Albertina. Em 1940, doutorou-se na Universidade de Missouri, se especializando em opinião pública.

Durante a década de 1940, trabalhou para o periódico Das Reich e o Frankfurter Zeitung. Em 1947, junto de seu primeiro marido Erich Peter Neumann, fundou a organização de opinião pública Institut für Demoskopie Allensbach.

De 1964 a 1983, permaneceu como docente da universidade Johannes Gutenberg de Maguncia, e até 1991, foi professora convidada da Universidade de Chicago.

Eventos

Outubro de 2017


– Dia 27: Blumenau, SC – De 19h às 22h
Local: Asselvi – Associação Educacional Vale do Itajaí

Informações sobre o evento: o evento será no auditório (sala A04) da FAMEBLU – campus 1, e terá palestra de Cristian Derosa, tradutor e editor do livro. Tratará das questões essenciais do livro e da sua atualidade. Neste sentido, o palestrante tentará demonstrar as teses do livro de importância fundamental, e as implicações ou relações destas mesmas teses com fatos concretos da atualidade. A referência inevitável ao quadro político brasileiro se fará com aguda clareza do conteúdo científico do livro. Adicione o evento em sua agenda do Facebook.

Novembro de 2017


– Dia 04: Curitiba, PR – De 15h às 17h30
Local: R. Mateus Leme, 1 – São Francisco, Curitiba, PR,  auditório do Cenáculo Arquidiocesano do Santíssimo Sacramento.

Informações sobre o evento: o evento será no Auditório do Cenáculo Arquidiocesano (atrás da Igreja da Ordem/Largo da Ordem), e terá palestra de Cristian Derosa, tradutor e editor do livro. A palestra abordará pontos chave da teoria da espiral do silêncio, especialmente dentro do contexto atual.  Adicione o evento em sua agenda do Facebook.


– Dia 07: Florianópolis, SC – 19h30
Local: Livrarias Catarinense – Beiramar Shopping. Rua Bocaiúva, 2468, Florianópolis, SC.

Informações sobre o evento: a obra volta a iluminar um tema bastante inconveniente para o mundo democrático: as influências psicológicas e involuntárias na formação da opinião pública, algo ainda visto com certa ressalva por quem prefere acreditar na segurança do modelo democrático. Cristian Derosa é mestre em Jornalismo pela UFSC, autor do livro A Transformação Social: Como a Mídia de Massa se Tornou uma Máquina de Propaganda. É editor e colunista do site Estudos Nacionais (estudosnacionais.com).
Adicione o evento em sua agenda do facebook.


Editora de Florianópolis lança clássico inédito no Brasil

A Espiral do Silêncio, escrito em 1982 pela cientista política alemã, Elisabeth Noelle-Neumann, finalmente ganhou a sua primeira edição brasileira. Publicado pela editora Estudos Nacionais, em Florianópolis (SC), o livro, cujo subtítulo é Opinião pública: nosso tecido social, tornou-se um clássico a partir do estudo feito sobre as pesquisas eleitorais nas eleições gerais alemãs de 1976. Diante da discrepância entre o que diziam as pesquisas de opinião e o resultado final das eleições, a autora empenhou seu instituto a compreender o que havia acontecido. Sua hipótese inicial, chamada de hipótese da espiral do silêncio, era a da influência de outros fatores na tomada de posição política, como a percepção do clima de opinião e o medo do isolamento social.

Não foi a primeira vez que se buscou explicar as opiniões a partir de fatores psicológicos e sociais, mas a pesquisa de Neumann deve seu ineditismo à longa pesquisa que buscou confirmar os limites da sua hipótese, fazendo entrevistas com milhares de pessoas e aliando a isso uma incrível e abrangente revisão teórica sobre o tema da opinião pública, a recorrência histórica da expressão e os sentidos em que foi utilizada. O objetivo foi localizar, na história das teorias que se debruçaram sobre a opinião pública, qual delas melhor se prestava à realidade que estava sendo observada.

Importância e atualidade do tema

É conhecido o poder que têm as pesquisas de intenção de voto na influência do eleitorado, sugestionando-o para a opção que parece vencedora. Em alguns países, a pesquisa de intenções de voto é proibida após determinada data das eleições. Isso vem justamente da percepção do seu potencial uso para gerar uma falsa imagem da opinião pública, o que fatalmente influenciaria na direção de uma espécie de “aposta no vencedor”.

Mas além da pesquisa eleitoral, há uma série de crenças sociais, estigmas e preconceitos, tabus e comportamentos ditos normais, vigentes como normalidade, que produzem a ameaça virtual do isolamento social. Fugir desses estigmas faz parte da conduta de quem quer sobreviver em sociedade, já que o isolamento, para o homem moderno e democrático, representa uma espécie de “morte social”.

Em tempos de politicamente correto, vemos muitas condutas vistas como aceitáveis, enquanto que a crítica ou mera contestação de um comportamento pode pôr a baixo uma reputação.

Uma das observações interessantes feitas pela autora é a de que os jornalistas, já naquela época, alinhavam-se prioritariamente à esquerda, enquanto o público geral era mais conservador (apoiavam o partido da União Cristã Democrata). Isso foi confirmado com a análise subsequente das opiniões do público e confrontado com matérias jornalísticas que, em linhas gerais, priorizavam o ponto de vista socialdemocrata (Partido Socialdemocrata e Liberal).

Traduzido e apresentado pelo jornalista e pesquisador Cristian Derosa, autor de A transformação social: como a mídia de massa se tornou uma máquina de propaganda, lançado pela mesma editora, A espiral do silêncio volta a iluminar um tema bastante inconveniente para o mundo democrático: as influências psicológicas e involuntárias na formação da opinião pública, algo ainda visto com certa ressalva por quem prefere acreditar na segurança do modelo democrático.

O livro conta ainda com o prefácio de Alexandre Costa, autor do livro Introdução à Nova Ordem Mundial.

A Espiral do Silêncio – Opinião Pública: nosso tecido social, de Elisabeth Noelle-Neumann, pode ser adquirido no site da Livraria Pius, Vide Editorial, Livraria Danúbio, entre outras livrarias pelo Brasil.


Sobre a editora

A Editora Estudos Nacionais iniciou suas atividades em 2016 com o lançamento do livro A Transformação Social, de Cristian Derosa e tem para este ano de 2017 diversos lançamentos em andamento.

Equipe do lançamento de A Espiral do Silêncio

  • Coordenação Executiva: Marlon Derosa
  • Coordenação Editorial: Cristian Derosa
  • Tradução e notas: Cristian Derosa
  • Revisão: Karina de Carvalho Giglio
  • Edição de imagem e vídeo: Henrique Derosa
  • Parceria equipe Ute Körner Literary Agent.

Data de lançamento: setembro de 2017
Tradução, apresentação e notas:  Cristian Derosa
ISBN: 978-85-94261-00-7
Número de páginas: 340
Peso: 580 g
Formato: 16 x 22,7 cm
Prefácio: Alexandre Costa

Se você é uma livraria, distribuidor ou faculdade/universidade e deseja adquirir exemplares do livro A Espiral do Silêncio, entre em contato pelo e-mail  contato@estudosnacionais.com enviando seus dados (CNPJ e endereço completo) e informando a quantidade de livros que deseja adquirir.

Para receber em sua instituição um evento de apresentação e lançamento da obra a Espiral do Silêncio envie um e-mail para contato@estudosnacionais.com.