O que precisa acontecer para Bolsonaro vencer em primeiro turno?

bolsonaro-ganha-no-primeiro-turno

Iniciamos a semana das Eleições 2018 com as pesquisas eleitorais Ibope e Datafolha apresentando o candidato Jair Bolsonaro (PSL) com mais de 30% das intenções de voto para presidente, mesmo após o presidenciável ter sido alvo de ataques recebidos de parte da imprensa, além de seus concorrentes e da esquerda militante – incluindo alguns artistas – na malfadada campanha #EleNão.

O movimento encabeçado por feministas acabou por favorecer Bolsonaro que cresceu 6 pontos entre as mulheres de acordo com a última pesquisa Ibope. Além disso, ele também cresceu junto aos eleitores mais pobres e do Nordeste, segundo o mesmo levantamento.

A partir do crescimento acentuado de Jair Bolsonaro, passou-se a cogitar mais seriamente a possibilidade do candidato do PSL “liquidar a fatura” já no primeiro turno. De acordo com a ferramenta APP18 (Atlas Poll of Polls 2018), desenvolvida pela consultoria Atlas Político, que calcula a média das pesquisas eleitorais, Bolsonaro soma hoje 28,5% dos votos totais em média. Dependendo do índice de abstenção, que foi de 29% em 2014 (somando os que não compareceram, os que votaram branco e os que anularam o voto), um candidato poderia vencer a eleição com 35% dos votos totais caso haja uma taxa de abstenção maior neste pleito, isso segundo o cientista político Lúcio Rennó.

“Ela ocorre principalmente em estados com a renda média familiar per capita baixa. Isso tem correlação alta de voto nos estados com o PT. Esse é outro elemento que nenhuma pesquisa está captando e que numa eleição tão apertada pode dar surpresa na hora da apuração. É difícil prever a abstenção. E não é trivial o efeito. Se sobe mais, com 35% dos votos totais um candidato pode se eleger no 1º turno.” Lúcio Rennó, em entrevista à coluna de Miriam Leitão no jornal O Globo.

É válido lembrar também que nas únicas eleições vencidas em primeiro turno, ambas por Fernando Henrique Cardoso, os índices de abstenção foram os mais elevados desde 1989: o índice foi de 33,3% em 1994 e de 40,2% em 1998.

Levando em consideração todos esses dados, podemos considerar que Jair Bolsonaro não está muito distante da vitória em primeiro turno. Ele precisaria hoje crescer em torno de 5 à 7 pontos percentuais nos votos totais para vencer a corrida presidencial.

Ainda há a possibilidade da migração de votos dos eleitores de Geraldo Alckmin, João Amoêdo, Álvaro Dias e Henrique Meirelles. Segundo o colunista Filipe G. Martins do Senso Incomum, se 40% desses eleitores optassem pelo voto útil em Bolsonaro contra o PT, seria o suficiente para eleger o capitão.

“[…] se 40% dos eleitores que pretendem votar em Alckmin, Amoêdo, Alvaro Dias e Meirelles fizerem um voto útil em Bolsonaro, o PT será derrotado e humilhado no 1° turno” Filipe G. Martins, em publicação no Facebook.


 
 

27 thoughts on “O que precisa acontecer para Bolsonaro vencer em primeiro turno?

  1. Pingback: Caco2 assay
  2. Pingback: test metabolism
  3. Pingback: Playescort
  4. Pingback: Free porn
  5. Pingback: Free UK Chat
  6. Pingback: 메이저놀이터
  7. Pingback: 안전놀이터
  8. Pingback: movie trailers
  9. 77409안전놀이터 검증 해외안전놀이터 안전놀이터 모음 메이저안전놀이터 안전토토사이트 메이저놀이터 안전공원
    메이저 해외 안전 놀이터는 NOLSAVE

    14560

  10. 75928안전놀이터 검증 해외안전놀이터 안전놀이터 모음 메이저안전놀이터 안전토토사이트 메이저놀이터 안전공원
    메이저 해외 안전 놀이터는 NOLSAVE

    1270

  11. Pingback: 메이저놀이터

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *