Estado de New Jersey vai exigir que escolas públicas ensinem história LGBT

tes.com

New Jersey tornou-se o segundo estado americano a exigir que as escolas públicas ensinem material LGBT, escreveu a Fox News.

News Jersey agora segue os passos da Califórnia, que adotou política semelhante em 2011.

De acordo com a justificativa da lei assinada pelo governador Phil Murphy, exige-se que as escolas públicas de News Jersey adotem instruções que retratem “as contribuições políticas, econômicas e sociais das pessoas com deficiência e das pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros, onde for apropriado (grifo nosso).”

Murphy, que é do Partido Democrata (o partido de esquerda dos EUA), disse que ficou honrado de promulgar a nova lei, acrescentando que ela irá transformar “as ricas contribuições e conquistas de nossa comunidade LGBTQ e das pessoas com deficiências” em grade obrigatória nas escolas.

Christian Fuscarino, diretor executivo da ONG Garden State Equality, que defendeu o projeto durante as discussões, disse que “os jovens estão aprendendo sobre as pessoas LGBT nas escolas, mas as identidades destas ainda estão escondidas. Figuras como Bayard Rustin, que era o braço direito de Martin Luther King Jr. para os direitos civis, era um homem gay.”

Em entrevista à rede CNN, Trenton Mayor Reed Gusciora, que também é gay e um dos deputados que, à época, votou a favor da lei, assinalou que “muitas vezes vemos nas salas de aula em todo o país o bullying de estudantes LGBT, e esta lei é uma forma de incorporar ao currículo que há gays americanos que fizeram grandes contribuições para essa nação. Esta é uma maneira de incentivar os alunos que sentem que eles são excluídos… que eles também podem contribuir para a sociedade americana.”


 
 

2 thoughts on “Estado de New Jersey vai exigir que escolas públicas ensinem história LGBT

  1. Eu quero ver uma contribuição histórica decorrente do fato de ser gay!, isto eh, algo positivo produzido devido a condição sexual adotada pelo sujeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *