Coreia do Norte é o país que mais persegue cristãos

Segundo o site Portas Abertas (http://www.portasabertas.org.br/classificacao/default.asp), no topo da lista dos países que mais perseguem cristãos no mundo está a Coréia do Norte, considerada zona de “perseguição severa”.

Em segundo lugar aparece a Arábia Saudita e em terceiro, o Irã. Trata-se de uma lista de países segundo o grau de intolerância com cristãos. Ela é muito útil para acompanhar aqueles em que a perseguição está se tornando mais intensa a cada ano.

O contato direto com as igrejas locais no mundo todo é a fonte mais importante de informações da organização Portas Abertas. Com essa rede internacional de informantes, é feita uma atualização da lista periodicamente. O procedimento é executado desde 1993. Desde janeiro de 2003, porém, é atualizada uma vez ao ano.

Há 50 países, de um total de 217, em que ocorre perseguição contra cristãos. O critério de seleção é o resultado de um questionário específico desenvolvido com perguntas padronizadas sobre:
. a situação legal dos cristãos no país,
. a atitude do regime político em relação à comunidade cristã,
. a liberdade da Igreja para organizar eventos,
. o papel da Igreja na sociedade,
. o tratamento de cristãos considerados individualmente e
. outros fatores limitadores da vida de igrejas e cristãos.

Os dados apresentados pelo site Portas Abertas mostram claramente uma parte da realidade que é sonegada pela mídia. Enquanto é feita uma cobertura minudente da posse do primeiro presidente negro dos Estados Unidos, cuja religião ainda se desconhece, cristãos pelo mundo são perseguidos e presos pelo simples fato de serem cristãos.

Uma das explicações é a opção pessoal dos jornalistas, devido à formação acadêmica assumidamente anticristã que vigora não só na América Latina. Ainda que disfarçada de coerente e racional, a universidade propõe visões que se opõe à tradição cristã, coisa só possível obviamente dentro da própria civilização cristã que reconhece a liberdade de expressão plena.

Escritor, Jornalista e pesquisador de mídia, mestre em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Autor do livro “A Transformação Social: como a mídia de massa se tornou uma máquina de propaganda (Estudos Nacionais, 2016)” e colunista no site Estudos Nacionais e um dos fundadores da RádioVox. Colaborador do site Mídia Sem Máscara e aluno do filósofo Olavo de Carvalho desde 2009.
1 responder
  1. ELIEL
    ELIEL says:

    para mim isso que esses países estão fasendo é um absurdo,em vez de acreditar que JESUS salva matam a oportunidade que eles têm, que os cristãos pregam,pois o que está escrito na nossa bíblia ,está em foco hoje,e também é o que eles não percebem.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta