“O mundo vai acabar em 12 anos se não enfrentarmos a mudança climática”, diz nova estrela socialista dos EUA

Stylist.co.uk

Alexandria Ocasio-Cortez, jovem parlamentar nova-iorquina do Partido Democrata e eleita de primeira viagem nas últimas eleições legislativas, tem atraído a atenção de ambos os lados do espectro político americano.

Cortez declara-se abertamente socialista e já propôs um plano de taxar em 70% os mais ricos do país para financiar seu Green New Deal, um pacote de iniciativas que pretende usar a máquina governamental para criar novos empregos através de energia limpa.

Ela já é vista como pertencente a uma ala radical do Partido Democrata (o partido de esquerda nos EUA) que foi eleita no último pleito que acabou retirando a maioria republicana dentro da Câmara dos Representantes.

Além da taxação quase confiscatória, Alexandra também partilha de inúmeras pautas comuns entre a esquerda, tais como mudanças climáticas, serviços de saúde estatais e universais, estado grande, globalismo e políticas identitárias das minorias.

Ontem (21), participando de uma entrevista num programa televisivo, Alexandria Ocasio-Cortez fez coro com os alarmistas de mudanças climáticas, dizendo que “eu acho que a geração dos millennials e a geração Z e todas essas pessoas que estão atrás de nós e estão olhando para nós e nós estamos tipo, ‘o mundo vai acabar daqui a 12 anos se não o fizermos nada para abordar a mudança climática, e o maior problema é – a maior questão é ‘como vamos pagar por ela?.’” Cortez ainda foi além, ao ponto onde disse que a questão da mudança climática “é a nossa Segunda Guerra Mundial.”

 Veja os trechos da entrevista:

 


 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *