Donald Trump: “os democratas não se importam em executar bebês após o nascimento”

Extra Newsfeed

O presidente americano Donald Trump disparou, ontem (25), uma crítica severa aos parlamentares do Partido Democrata, que fazem oposição ao governo.

O assunto era aborto e o presidente usou seu twitter para atacar a posição radical dos democratas:

Tradução: “Os democratas do Senado acabaram de votar contra a legislação para impedir a morte de crianças recém-nascidas. A posição dos democratas sobre o aborto é agora tão extrema que eles não se importam de executar bebês após o nascimento…”

A legislação em tela foi proposta pelo republicano Ben Sasse e foi batizada de Abortion Survivors Protection Act (Lei de Proteção aos Sobreviventes do Aborto). O objetivo era preservar a vida e cuidar de recém-nascidos que foram submetidos a uma tentativa falha de aborto.

Lila Rose, presidente da organização pró-vida Live Action, disse que “surpreendentemente, o infanticídio no contexto do aborto não é ilegal nos EUA. Não existe lei federal que proíba a negação de assistência médica a bebês nascidos vivos após tentativas de aborto.”

Comentando a lei que poderia evitar tal realidade, Rose acrescentou que a Abortion Survivors Protection Act “teria exigido apropriadamente que as crianças nascidas vivas durante os procedimentos de aborto tentados recebessem cuidados médicos apropriados e penalizassem aqueles que negligenciaram salvá-las.”

Em outra crítica direcionada à obstrução dos democratas, Trump comentou:

Tradução: “…. Isso será lembrado como um dos votos mais chocantes da história do Congresso. Se há uma coisa que todos devemos concordar, é proteger as vidas de bebês inocentes.”

Nos últimos meses o debate sobre o aborto ressurgiu acalorado nos EUA, em virtude de leis recentemente redigidas nos estados de New York e Virgínia (ambos governados por democratas), onde o aborto foi previsto como um direito legal até o nascimento.

 


 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *