Analisaram o Currículo Lattes de Débora Diniz. Confira o resultado

Débora Diniz, líder abortista

Daniel Reynaldo, um dos administradores da página Quem a homotransfobia não matou hoje?, resolveu aceitar o desafio de Débora Diniz. Ele está fazendo uma análise minuciosa do Currículo Lattes da militante abortista, que em artigo recente recriminou Olavo de Carvalho por não possuir um.

Um típico bacharel da era petista

A primeira parte de análise de Daniel pode ser conferida neste link:

O Lattes de Debora Diniz (parte 1)

Leia também: Refutação do estudo de Débora Diniz – Discrepâncias da Pesquisa Nacional do Aborto (PNA2016)

 


 
 

5 thoughts on “Analisaram o Currículo Lattes de Débora Diniz. Confira o resultado

  1. Chamar de análise a garimpagem e busca por atos falhos que o autor do texto opinativo e tendencioso fez sobre as publicações da Débora Diniz, além de errado, é sujo. Nem o próprio autor ousou chamar de análise. O jornal deveria tomar mais cuidado com as palavras escolhidas e o tipo de informação que dissemina

  2. Estou cheia de gente q estuda tanto…tanto doutorado
    Livros etc
    E nao ajuda ninguem
    Nao sobe favela
    Nao vai a hospital
    Nao cria seus filhos
    Nem cuida dos pais
    Nem conversa c vizinho q nao e culto como ele

  3. A Sra Débora desenvolveu um artigo com assuntos sociais complicados e difícil na forma qual a sociedade são críticos diferente em sua maneira de pensar. Aja que ouver as suas opiniões temos que respeitar e escritores como Débora Até ajudam melhorar se for preciso. Sobre a a matéria que são os abortos forçados, no momento da cópula ninguém imagia ou pensa no que vai ser dali pra frente e muitos deste abortos até forçados geralmente o parceiro até mata essa mãe por causa desta gravidez. Entre outros assuntos eu não acredito muito de mulheres ter 6 a 28 vezes de praticarem aborto. Eu veria mais o método dedutivo pois são pessoas que tem medo da violência que venha causar a sociedade e não no seu lado indutivo. Parabéns a Sra Débora por pesquisar e abordar assuntos que levam a dialoga no qual vejo muita coerência e assuntos a ser mais argumentado na sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *